Notícias
Últimas
Da Hipermeios
Arte e Cultura
Entrevistas
Mundo profissional
Saúde e bem-estar
Universidade
Vida sustentável
Colunas
 
Destaques
Festivais: arte pulsante por todo o Brasil
O Brasil é hoje um caldeirão pulsante de arte e cultura, com um número crescente de festivais se espalhando pelo interior. Longe do circuito tradicional das grandes capitais, acostumadas a receber megaeventos, cidades do interior têm abrigado iniciativas de pequeno e médio porte, viabilizadas por redes de apoio e pessoas interessadas em produzir e incentivar a cultura. [+]
 
Pedro Markun: 'A política não precisa ser uma coisa que a gente detesta'
Ele é um dos idealizadores do movimento Transparência Hacker, que reúne jovens de várias profissões com a proposta de juntar comunicação e tecnologia em favor dos interesses da sociedade. Por exemplo, ajudando a tornar mais transparentes as informações sobre as ações de governantes e parlamentares. [+]
 
 
Busca

 
Tags
alimentação artes plásticas autoconhecimento carreira cinema consumo consciente cultura economia da cultura educação empreendedorismo estágio estresse história internet literatura meio ambiente música poesia pós-graduação psicologia

 
 
quinta-feira, 21 de setembro de 2017 Quem somos
Serviços
Portfólio
Clientes
Contato
Página Inicial > Notícias > Mundo profissional
 
Para que serve o ''feedback''?
 
Críticas, sugestões, observações e alertas, além dos elogios, são fundamentais para o desenvolvimento profissional.
 
22 de março de 2010
por Camila Passetti
 

"Não existe feedback negativo", afirma Wilson Roberto Lourenço, especialista em consultoria empresarial e desenvolvimento humano, referindo-se à expressão usada para designar "retorno", "crítica", geralmente por parte dos chefes. Para ele, um feedback bem argumentado e fundamentado pode ser a chance para um profissional encontrar falhas, eliminá-las e investir ainda mais em habilidades e qualidades.

"Alguns pensadores dizem que o feedback é uma prova de amor. Mas falar isso no mundo corporativo pode não soar tão realista, mesmo que isso seja verdade. Quando recebemos críticas é sinal de que alguém se importa com o nosso desenvolvimento", afirma.

Lourenço acredita que os latinos se sentem menos confortáveis tanto na hora de fazer quanto de receber o feedback. "O latino é mais passional e se preocupa muito mais com a reação do outro", explica.

Se a cultura do país influencia o comportamento profissional e empresarial, o especialista aposta numa mudança de hábito. "Muitas empresas estão contratando treinamento para aprender a lidar com o feedback, inclusive para os líderes", conta.

Ele afirma que um bom líder sempre busca saber como está lidando com sua equipe de funcionários e como os resultados do trabalho são atingidos, se está sendo claro, objetivo, atencioso, prepotente etc.

Da mesma forma, uma equipe que sabe trabalhar com críticas e sugestões entre os próprios colegas e seu superior torna-se um "grupo transparente", com maiores chances de atingir o sucesso profissional.

"O feedback é uma ferramenta de desenvolvimento, para um indivíduo e para uma equipe inteira. Isso é o conceito de grupo, de uma equipe de alta performance", ressalta.

Como reagir

De acordo com Lourenço, para reagir bem ao feedback, a pessoa deve entender  que "nenhum comentário deve ser levado para o lado pessoal". Ele aconselha que, se o chefe souber como argumentar e justificar as críticas, alertas, e mesmo os elogios, "o melhor a fazer é ouvir atentamente".

O especialista sugere que o profissional, após ouvir o feedback, peça mais sugestões, uma alternativa que revela compromisso com a empresa e maturidade. "Pergunte 'o que mais você pode me falar?', tenha consciência de que a consulta é para o bem, para o desenvolvimento".

Atitude

Não é necessário esperar que o chefe tome a iniciativa de falar sobre sua atuação no trabalho. Perguntar sobre a própria performance, além de mostrar interesse, pode esclarecer dúvidas, inseguranças e melhorar a atuação profissional.

"Pode perguntar sim, mesmo que não seja época de avaliação na empresa. Sugira um almoço com o chefe, explique suas intenções e procure descobrir suas perspectivas de trabalho".

"Trazer para si o feedback é assumir a responsabilidade do desenvolvimento de sua carreira", ele garante.

Feedback 360º

Lourenço acredita que para uma equipe de trabalho e uma empresa funcionarem melhor é preciso adotar o conceito do "Feedback 360º", que possibilita o autoconhecimento. "O nome já diz, eu crio uma visão de 360 graus em torno de mim, do meu trabalho, de minha atuação", explica.

Para obter o verdadeiro feedback, o profissional avalia a si mesmo, é avaliado por seu chefe e por sua equipe, caso ele também seja um superior. Com as informações recolhidas e comparadas, é possível compreender e reconhecer seus pontos mais fortes e fracos para começar o processo de desenvolvimento.

Matéria produzida para o site Bradesco Universitários em 15/09/2009.

 
Imprima
 
 
leia na mesma seção
Trabalho a distância cresce no País e ganha lei
O perfil do líder no século 21
Trabalho e felicidade
O profissional precisa encontrar a sua marca
Faltam homens do tempo
'Geração Y' impõe desafios às empresas
Generalistas ou especialistas?
O desafio do negócio próprio
O mercado precisa de profissionais verdes
O poder do bom humor
Seja dono do seu futuro profissional
Trabalho, emprego e novos nichos
Cresce o número de jovens donos de franquias
Dicas para trilhar uma carreira de sucesso
Geração empreendedora 2.0
Ninguém faz sucesso sozinho
O idioma estrangeiro na entrevista
O que o jovem quer da vida?
Profissional do século 21 manda na própria carreira
A única coisa certa é que é preciso mudar
É possível negociar direitos sendo PJ?
Eu, Pessoa Jurídica
Como enfrentar a angústia por não conseguir estágio
Descobrir o próprio talento é condição para o sucesso
Em um mundo sem emprego, aprenda a procurar trabalho
Na dinâmica de grupo, o importante é ser você mesmo
Quando surge a dúvida no meio do curso
Criatividade é cada vez mais valorizada
Autoestima é essencial para o sucesso profissional
 
Tags relacionadas
carreira

 
© Hipermeios 2006-2017. Todos os direitos reservados.
Rua Garcia Lorca, 147 | São Paulo SP | 05519-000 / tel +55 11 3285 2577

  RSS 2.0 | Mapa do site | Espaço privado | Créditos