Notícias
Últimas
Da Hipermeios
Arte e Cultura
Entrevistas
Mundo profissional
Saúde e bem-estar
Universidade
Vida sustentável
Colunas
 
Destaques
Festivais: arte pulsante por todo o Brasil
O Brasil é hoje um caldeirão pulsante de arte e cultura, com um número crescente de festivais se espalhando pelo interior. Longe do circuito tradicional das grandes capitais, acostumadas a receber megaeventos, cidades do interior têm abrigado iniciativas de pequeno e médio porte, viabilizadas por redes de apoio e pessoas interessadas em produzir e incentivar a cultura. [+]
 
Pedro Markun: 'A política não precisa ser uma coisa que a gente detesta'
Ele é um dos idealizadores do movimento Transparência Hacker, que reúne jovens de várias profissões com a proposta de juntar comunicação e tecnologia em favor dos interesses da sociedade. Por exemplo, ajudando a tornar mais transparentes as informações sobre as ações de governantes e parlamentares. [+]
 
 
Busca

 
Tags
alimentação artes plásticas autoconhecimento carreira cinema consumo consciente cultura economia da cultura educação empreendedorismo estágio estresse história internet literatura meio ambiente música poesia pós-graduação psicologia

 
 
sábado, 22 de julho de 2017 Quem somos
Serviços
Portfólio
Clientes
Contato
Página Inicial > Notícias > Arte e Cultura
 
Documentário conta a história do baião
 
"O homem que engarrafava nuvens" é uma aula de música brasileira e conta com a participação de Chico Buarque, Gilberto Gil, Otto, Lenine, Os Mutantes, Zeca Pagodinho, entre outros gigantes da MPB.
 
05 de abril de 2010
por Camila Passetti
 

Reconhecer a melodia ou a letra de ''Asa Branca'' é tarefa simples para qualquer brasileiro. Mas quem saberia dizer o autor dessa canção, considerada uma das mais populares do país? Humberto Teixeira é o nome dele, parceiro por quase toda a vida de Luiz Gonzaga, o mais famoso representante do baião.

A história desse homem, oculto aos olhos de muitos, se mistura com a história desse estilo musical. É isso que mostra o documentário de Lírio Ferreira, ''O homem que engarrafava nuvens'', em cartaz nas salas de cinema de todo o país.

''Para mim, é na música que está a raiz de um povo, a sua cultura – e não no teatro ou no cinema, por exemplo'', afirma Ferreira, que acredita que o documentário é um registro do povo para o próprio povo. Convidado pela produtora, também atriz e filha de Humberto Teixeira, Denise Dummont, o diretor de raízes nordestinas conta que não pensou duas vezes antes de aceitar a proposta.

''Queria descobrir quem era papai, pois nem eu mesma sabia. Daí surgiu a ideia de fazer um documentário'', revela Denise, que há nove anos começou a levantar material e fazer as pesquisas para a produção. Depois de três anos envolvida com o projeto, decidiu chamar o diretor para ''fazer tudo direito''.

Ao todo, foram cerca de 70 horas de material, incluindo as filmagens e o acervo levantado, resumidos em pouco menos de duas horas. ''Ainda tem muita coisa que não entrou. Temos projetos para futuros DVDs, porque isso é muito valioso para ser perdido, mas por enquanto queremos trabalhar na divulgação do filme'', ela conta.

O diretor revela que, com tanto material e tantas surpresas que foram surgindo entre depoimentos ou vídeos descobertos, o roteiro do documentário só foi definido na hora da edição. ''Esse é um filme de montagem'', ressalta.

O resultado é o encontro de feras da música brasileira de todos os tempos. Nomes como Gilberto Gil, Belchior, Caetano Veloso, Os Mutantes, Zeca Pagodinho, Gal Costa, Sivuca, Raimundo Fagner, Cordel do Fogo Encantado, Lenine, Maria Bethânia, Elba Ramalho, Alceu Valença, Otto, entre muitos outros, aparecem interpretando as canções de Humberto - que foram mais de 400 - e falando sobre sua música.

Música que para Denise não é apenas de Humberto, é de todos. ''Creio que cada brasileiro é um pouquinho filho dele'', comenta. Para descobrir a vida de seu pai e compartilhá-la com o público, depoimentos de amigos e parentes do autor foram recolhidos por ela mesma em uma jornada pelo país a fora.

Além disso, registros em vídeo da vida de Humberto - incluindo uma conversa regada a cerveja entre o próprio e Luiz Gonzaga - estão no documentário. De olhos mareados e sorriso no rosto, o público pode aguardar por imagens surpreendentes, como as de Grande Otelo e Carmem Miranda. O que eles têm em comum com Humberto Teixeira e o baião? Só assistindo para saber.

A garrafa de nuvens

O título do documentário é perfeito para representar um homem que, em meio ao povo nordestino, sofrido e judiado pela seca, conseguiu recolher o que havia de água no céu e guardar em garrafas que pudessem matar a sede.

De certa forma, era isso que Humberto Teixeira fazia, transformando suas poesias melódicas na riqueza de um povo humilde e na maneira mais cativante de se contar as histórias tristes e verdadeiras do sertão.

Mas Denise conta que o título veio mesmo de uma frase que seu pai costumava dizer no fim da vida, quando morava no Rio de Janeiro, em São Conrado, entre os vales da região.

''Já cansado, ele preferia agora ficar em casa, e como havia muitas nuvens que baixavam pertinho, ele dizia aos outros que ficaria por ali, comigo, engarrafando nuvens'', ela relembra.

Para saber mais:
www.ohomemqueengarrafavanuvens.com.br

Matéria produzida para o site Bradesco Universitários em 15/01/2010

 
Imprima
 
1 comentário(s)
 


Comentário de romario, 19/05/2010
 
leia na mesma seção
Brasileiros se rendem à cultura pop japonesa
Festivais: arte pulsante por todo o Brasil
Dilema digital: Como fazer história no futuro?
A arte contemporânea do grafite
A presença do livro digital
Em debate, o conto.
A dança como profissão, por Ivaldo Bertazzo
Alex Flemming: reflexões sobre a globalização
O mercado de animação de vento em popa
A arte politizada 'made in Brazil'
Tatiana Belinky: energia de sobra aos 90
Vanguarda jazzista em São Paulo
O teatro que atrai os jovens
Quantos livros cabem no seu bolso?
1808, o ano em que o Brasil virou nação
O mundo inovador de Guimarães Rosa
A cultura movimentando a economia do planeta
Os ventos da Tropicália, 40 anos depois
Drummond, poeta inovador
Não perca o próximo espetáculo de dança
Prazer, Cartola
A leveza do deserto na prosa e poesia brasileiras
Editoras universitárias se consolidam no Brasil
Internet dá origem a uma nova forma de arte
Jovens descobrem o samba e resgatam tradições
Monteiro Lobato na internet
Música independente dá vigor à cena da MPB
Quem são os novos cinéfilos?
Rádios online e podcasts, novas formas de ouvir música
Saiba o que é indústria criativa
Tem influência árabe até no samba
O legado de Itamar Assumpção
Blogs abrem espaço para difusão cultural
 
Tags relacionadas
cinema; música

 
© Hipermeios 2006-2017. Todos os direitos reservados.
Rua Garcia Lorca, 147 | São Paulo SP | 05519-000 / tel +55 11 3285 2577

  RSS 2.0 | Mapa do site | Espaço privado | Créditos