Notícias
Últimas
Da Hipermeios
Arte e Cultura
Entrevistas
Mundo profissional
Saúde e bem-estar
Universidade
Vida sustentável
Colunas
 
Destaques
Festivais: arte pulsante por todo o Brasil
O Brasil é hoje um caldeirão pulsante de arte e cultura, com um número crescente de festivais se espalhando pelo interior. Longe do circuito tradicional das grandes capitais, acostumadas a receber megaeventos, cidades do interior têm abrigado iniciativas de pequeno e médio porte, viabilizadas por redes de apoio e pessoas interessadas em produzir e incentivar a cultura. [+]
 
Pedro Markun: 'A política não precisa ser uma coisa que a gente detesta'
Ele é um dos idealizadores do movimento Transparência Hacker, que reúne jovens de várias profissões com a proposta de juntar comunicação e tecnologia em favor dos interesses da sociedade. Por exemplo, ajudando a tornar mais transparentes as informações sobre as ações de governantes e parlamentares. [+]
 
 
Busca

 
Tags
alimentação artes plásticas autoconhecimento carreira cinema consumo consciente cultura economia da cultura educação empreendedorismo estágio estresse história internet literatura meio ambiente música poesia pós-graduação psicologia

 
 
sábado, 22 de julho de 2017 Quem somos
Serviços
Portfólio
Clientes
Contato
Página Inicial > Notícias > Arte e Cultura
 
Internet dá origem a uma nova forma de arte
 
A web arte, que inspira cada vez mais artistas no mundo e no Brasil, explora os recursos tecnológicos da rede e ainda pode ser vista com facilidade por milhões de pessoas.
 
30 de abril de 2007
por Camila Souza
 

A arte tem acompanhado a evolução humana e tecnológica ao longo dos séculos. Nas artes plásticas, por exemplo, o homem começou com as figuras rupestres e hoje faz obras virtuais, para a internet. É a chamada web arte.

“O histórico de experimentações artísticas com novos meios tecnológicos e de comunicação é extenso; assim que um meio é criado, logo surgem artistas que começam a explorar as suas possibilidades”, afirma Andrei Thomaz, web artista com formação em artes plásticas, que atualmente faz mestrado em artes visuais na Universidade de São Paulo (USP).

Hoje existem sites artísticos, blogs e fotoblogs que exploram esse tipo de produção. É o caso do blog “O trabalho de web arte da semana”, no qual Andrei seleciona alguns trabalhos que considera interessantes.

“Ele surgiu para registrar algo um tanto informal, criado com o objetivo de divulgar a produção, fazer com que ela fosse vista”, afirma.

Da internet para os salões de exposição
Já existem casos em que a web arte ultrapassa o espaço virtual e pode ser vista em exposições e outros eventos. Para Andrei, ela atinge um público que já possui um interesse prévio pelo assunto.

“O público de arte ‘convencional’ ainda possui pouca intimidade com essa produção”, diz.

As formas de produção na web arte são muito variadas e utilizam diversas ferramentas. “Não é necessário ter domínio de softwares e linguagens como Flash e Java para produzir web arte; é possível realizar um trabalho utilizando apenas os instrumentos oferecidos pela própria internet. Por exemplo, posso usar um blog, ou um fotolog, como suporte para um trabalho”, informa o web artista.

A produção da arte para a internet ainda é muito discutida, a cada dia surgem novos artistas, novos trabalhos, e muitos sites que apresentam artigos e estudos sobre o assunto.

“A internet ainda é um campo de possibilidades, seja para o meio artístico, seja para o setor de negócios e para o setor publicitário. Então, não é possível prever tudo o que será realizado nela e com ela”, diz Thomaz.

Web arte em expansão

A produção de web arte cresce mundialmente. As facilidades trazidas pela internet favorecem essa expansão. Um artista pode criar o seu trabalho e o colocar à disposição de milhões de pessoas, sem precisar de um espaço físico para a sua exposição.

O interesse por essa arte também aumenta. Andrei Thomaz, que tem 24 anos, conta que sua aproximação com a internet vem desde a adolescência. Mas foi só quando entrou na universidade que passou se dedicar à web arte.

“Comecei a pesquisar a produção de web arte em 2000. Na época, comecei a trabalhar como bolsista de iniciação científica num projeto de informática na educação, e fiquei curioso para saber o que estava sendo feito, com aqueles meios, no campo da arte”, diz.

Os trabalhos desenvolvidos por Thomaz são publicados no seu site (www.rgbdesigndigital.com.br). A maior parte deles é de autoria única, mas alguns são feitos em parceria com artistas de outras áreas como forma de completar a obra.

“Das parcerias que realizei, a maior parte delas foi com um amigo músico, Martin Heuser. Essa parceria surgiu, basicamente, a partir das incapacidades de cada um. Então, ao trabalharmos juntos, realizamos trabalhos bem mais interessantes e sofisticados do que se trabalhássemos sozinhos”, relata.

O futuro da web arte e de seus artistas ainda é algo desconhecido. “Talvez ela continue sendo algo que circule entre o meio da arte e o de web design (que possui um vínculo mais forte com o design e a publicidade), ou talvez circule de forma mais forte no meio artístico”, arrisca Andrei.

“Pessoalmente, estou mais interessado em acompanhar a produção dos artistas, acompanhar o que está sendo feito agora”, conclui.

Matéria produzida para o site Bradesco Universitários em setembro de 2006.

 
Imprima
 
 
leia na mesma seção
Brasileiros se rendem à cultura pop japonesa
Festivais: arte pulsante por todo o Brasil
Dilema digital: Como fazer história no futuro?
A arte contemporânea do grafite
A presença do livro digital
Em debate, o conto.
Documentário conta a história do baião
A dança como profissão, por Ivaldo Bertazzo
Alex Flemming: reflexões sobre a globalização
O mercado de animação de vento em popa
A arte politizada 'made in Brazil'
Tatiana Belinky: energia de sobra aos 90
Vanguarda jazzista em São Paulo
O teatro que atrai os jovens
Quantos livros cabem no seu bolso?
1808, o ano em que o Brasil virou nação
O mundo inovador de Guimarães Rosa
A cultura movimentando a economia do planeta
Os ventos da Tropicália, 40 anos depois
Drummond, poeta inovador
Não perca o próximo espetáculo de dança
Prazer, Cartola
A leveza do deserto na prosa e poesia brasileiras
Editoras universitárias se consolidam no Brasil
Jovens descobrem o samba e resgatam tradições
Monteiro Lobato na internet
Música independente dá vigor à cena da MPB
Quem são os novos cinéfilos?
Rádios online e podcasts, novas formas de ouvir música
Saiba o que é indústria criativa
Tem influência árabe até no samba
O legado de Itamar Assumpção
Blogs abrem espaço para difusão cultural
 
Tags relacionadas
internet; artes plásticas; universidade

 
© Hipermeios 2006-2017. Todos os direitos reservados.
Rua Garcia Lorca, 147 | São Paulo SP | 05519-000 / tel +55 11 3285 2577

  RSS 2.0 | Mapa do site | Espaço privado | Créditos